Igreja Assembléia de Deus Ribeirão Preto - Ministração da Palavra, Adoração, Louvor
Manancial de Vida AD - Um canal de benção para sua vida.
 
Untitled Document

Comer fritas duas vezes por semana dobra risco de morte precoce, diz estudo

Já faz tempo que o consumo de batata frita é visto como prejudicial à saúde. Uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition traz agora evidências de que comer o petisco duas ou mais vezes por semana pode dobrar o risco de morte precoce. Entram no grupo todos os tipos de batata frita, como salgadinhos chips e as batatinhas que acompanham os sanduíches nas lanchonetes.

 

Pesquisadores da Universidade de Pádua, na Itália, observaram durante oito anos o consumo de batata por 4.400 pessoas com idade entre 45 e 79. Os participantes foram divididos em diferentes grupos: os que comiam batata frita, os que comiam batata preparada de outras formas (como cozida) e os que não comiam batata. Ao fim das observações, 236 mortes foram registradas, a maioria entre os que comiam batata frita.

O resultado sugere que o consumo elevado de batata frita está de alguma forma associado ao risco de morte precoce. Segundo o estudo, isso deve-se ao fato de o tubérculo frito em óleo possuir nível elevado de gordura trans, que pode provocar doenças cardíacas.

"Acreditamos que o óleo de cozinha, rico em gorduras trans, é um fator importante para explicar a mortalidade daqueles que comem mais batata frita", diz Nicola Veronese, que liderou o estudo. Para ele, a gordura trans eleva o LDL (colesterol ruim) no sangue.

Contudo, o resultado do estudo não permite determinar se o consumo de batata frita foi a causa das mortes verificadas. Os pesquisadores admitem que outros fatores podem explicar os danos à saúde, como obesidade, sedentarismo e consumo elevado de sal - que normalmente tempera a batata frita. O alimento também pode ser apenas um indicativo de uma dieta pouco saudável.

Batata cozida possui nutrientes e não faz mal

A análise das dietas permitiu observar que o consumo de batatas em geral não eleva o risco de morte. Não foi observada nenhuma associação negativa entre o consumo elevado de batata cozida ou purê de batata e a saúde dos participantes.

Ao contrário do que ocorre com a batata frita, as batatas preparadas sem frituras podem ser consideradas um alimento relativamente saudável. "Elas contêm boa quantidade de fibras, vitaminas e micronutrientes", dizem os autores do estudo. A presença de nutrientes equilibraria a elevada quantidade de carboidratos do tubérculo, que faz dele um alimento calórico.

Batata frita a altas temperaturas tem substância que pode causar câncer

Uma explicação para a possível associação entre o elevado consumo de batata frita e o risco maior de morte pode estar em uma substância que surge durante o processo de fritura: a acrilamida. Em entrevista à TV americana CNN, a nutricionista Stephanie Schiff, que não participou do estudo, diz que essa substância é "um produto químico produzido quando alimentos feculentos como batatas são fritas ou assadas a altas temperaturas".

Em níveis elevados, a acrilamida é considerada tóxica e cancerígena para seres humanos e outros animais. De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a formação de níveis significativos da substância ocorre quando a batata é preparada a temperaturas acima de 120°C. A acrilamida também aparece em alta concentração quando a batata frita. Armazenar a batata, após ela ter sido frita, em temperatura abaixo de 10ºC também promovem o surgimento da acrilamida, diz a Anvisa.

Segundo o órgão, não existem evidências suficientes sobre a quantidade de acrilamida presente nos diferentes tipos de alimentos para recomendar que se evite um tipo de em particular. Para evitar a formação de acrilamida, a Anvisa diz que "alimentos não devem ser excessivamente cozidos, por longo tempo, a temperaturas superiores a 120° C". O órgão também diz que é conveniente "armazenar as batatas em temperaturas acima de 10°C" - ou seja, fora da geladeira. Para a Anvisa, os alimentos "não devem ser fritos ou assadas até ficarem escurecidos".

Fonte: Folha gospel, com informações do UOL



VEJA TAMBÉM
Galerias de Fotos
ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br

 
 
Widget gerado por Gospel Prime
 
R

VÍDEOS


Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Rua Álvares de Azevedo, 635 - Vila Tibério - Ribeirão Preto/SP
Fones:(16) 3636-9591 / 3636-9435
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados.