Manancial de Vida AD - Um canal de benção para sua vida.
 
Untitled Document

Orar por peças de roupas

Muitas pessoas ainda não entenderam a maneira como Deus se utiliza para nos abençoar. Para o Senhor, pessoas são mais importantes do que coisas e seu desejo, “a priori”, é abençoar o homem. E quando esse homem é alcançado pela bênção de Deus, não há dúvida de que tudo o que lhe pertence será, também, abençoado. Portanto, Deus não abençoa coisas para que sejamos abençoados.  Se assim fosse, estariam certos os “romeiros” que correm atrás de algum tipo de “água” ou “azeite” consagrados e que pensam que, ao leve toque, sua bênção está garantida. Tomemos o exemplo do patriarca Abraão, que foi ricamente abençoado (ver Gn. 12.2). Do que adiantaria o Senhor ter abençoado seu gado, seus rebanhos e suas propriedades se Abraão não fosse fiel e plenamente convertido a Deus?   A bênção sobre todos os seus bens foram o resultado da bênção em sua vida.

Certa vez, ministrando a palavra de Deus num congresso de jovens, um empresário local me levou até sua empresa e pediu para que eu orasse por ela, a fim de expulsar todo mal daquela firma. Perguntei, então, como estava sua vida com Deus. Ele, todo desconsertado e pasmo, me olhou e, depois, confessou: “não vou lá muito bem…” Então, disse a ele que precisava nascer de novo, voltar-se para Deus. Mas, ele não quis agir assim. Esse é um típico exemplo daqueles que querem a bênção de Deus, mas não querem o Deus da bênção.

         Em Deuteronômio 28 encontramos uma lista de bênçãos prometidas por Deus a Israel. No entanto, há uma condição para isso: ouvir a voz de Deus e guardar os seus mandamentos.

Temas como “quebra de maldições” está em evidência atualmente, mas convém que se diga em alto e bom som que nenhuma maldição tem poder sobre o cristão fiel a Deus, que ouve a sua voz e obedece a sua eterna palavra. Quantos cristãos encontram-se apavorados, com ideias fixas da presença de algum tipo de maldição em suas vidas? Se ataques infernais triunfam sobre um salvo, como fica a eficácia do Calvário nessa história? O sacrifício de Jesus na cruz foi completo. Não há necessidade de fazer orações para a quebra de maldições. Jesus já fez isso e deu prova dizendo: “Está consumado!” (Jo. 19.30). Hoje, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus (Rm. 8.2).

          O poder do sangue de Cristo está sobre nós e a marca da redenção assinala nossa casa, nosso carro, nosso dinheiro, enfim, tudo o que temos.

Muitos querem que a bênção venha primeiro sobre suas coisas. Mas, Deus quer salvar, redimir, restaurar e abençoar o homem primeiro, pelo qual Cristo morreu e ressuscitou. E, quando esse maior milagre acontece, todas as bênçãos se derramam, de modo que tudo o que nos cerca é atingido pela graça de Deus. E, se por permissão de Deus, passamos por provações (enfermidades, desemprego, etc) não significa que não temos a bênção de Deus. Paulo falou de sua luta e provação aos coríntios, tendo a tribulação como instrumento de Deus para lhe fortalecer a fé mais e mais (ver 2Co. 6.9-10).

Sejamos, então, instruídos na palavra de Deus para não sermos levados por desvios doutrinários que afetam os cristãos fracos na fé.

Marcos Antonio da Silva

Pastor auxiliar na Assembleia de Deus “Vitória em Cristo", escritor e comentarista das Lições Bíblicas (ed. Central Gospel).

 

 

 



VEJA TAMBÉM
Galerias de Fotos
ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br ieaderp.com.br

 
 
Widget gerado por Gospel Prime
 
R

VÍDEOS


Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Rua Álvares de Azevedo, 635 - Vila Tibério - Ribeirão Preto/SP
Fones:(16) 3636-9591 / 3636-9435
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados.